Notícias

Candidatos admitidos: descarreguem as instruções para efetuar a vossa matrícula.

Contactos

Regulamentos

Cartaz MBBV

Enquadramento

O Curso confere o grau de Mestre em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal, comprovando um nível aprofundado de conhecimentos teóricos e aplicados nesta área científica e capacidades para a prática da docência, da investigação, e do trabalho técnico, ao nível da Ecologia Vegetal, da Biodiversidade Vegetal, da Biotecnologia Vegetal e dos Recursos Florísticos.

O mestrado enquadra-se no âmbito da investigação que é realizada no Centros de Investigação que incluem elementos da Universidade dos Açores, ao nível da conservação da flora e da vegetação endémica, abordando técnicas clássicas (organização de colecções de herbário) e modernas (análise de marcadores moleculares). Por outro lado, o mestrado beneficia igualmente da investigação nas áreas da ficologia (algas marinhas e de água doce) e das invasões biológicas (plantas infestantes e invasoras). Ao nível dos recursos florísticos, o mestrado inclui aspectos ligados à etnobotânica e à preservação das variedades agrícolas regionais/locais.

Público alvo

leaf Os licenciados em Biologia, Agronomia, Engenharia Florestal e do Ambiente e de outras áreas afins, beneficiarão com a frequência do Mestrado, devido à abrangência das áreas científicas centradas na biodiversidade e nos recursos florísticos. Trata-se de uma oferta de formação avançada dirigida aos profissionais que trabalham quer na área da conservação da natureza, quer em áreas mais aplicadas como a agrícola ou florestal.

- Ao nível da conservação, o mestrado oferece bases sólidas que permitirão desenvolver e aplicar metodologias de inventariação e estudo das populações e comunidades vegetais. Neste âmbito, os estudantes serão formados quer ao nível da biologia da raridade, quer ao nível da biologia das plantas invasoras e infestantes.

- Ao nível dos recursos florísticos, o curso dedicará especial atenção à importância da caracterização e valorização de variedades agrícolas tradicionais, de formas alternativas de agricultura (agricultura biológica) e ao nível da etnobotânica. No entanto, serão explorados temas actuais, nomeadamente a utilização de biomassa vegetal para a produção de energia e a extracção de substâncias bioactivas.

- Quer ao nível da preservação da biodiversidade, quer ao nível agrícola, a utilização da Biotecnologia é hoje essencial, pelo que é objectivo deste ciclo de estudos, garantir que os alunos obtêm as competências básicas neste domínio.

- O mestrado servirá ainda como suporte essencial para os estudantes interessados em continuar os estudos na área da diversidade ou da biotecnologia vegetal.